fbpx

SharpEye Disco Inferno: Analisando Pranchas

SharpEye Disco Inferno: Analisando Pranchas 

Novamente uma prancha SharpEye será alvo da nossa série Analisando Pranchas, desta vez com o consagrado modelo Disco Inferno.

A Disco Inferno é um daqueles modelos que fazem parte de uma família de pranchas. Neste caso, ela é uma prancha derivada da original Disco, mas com algumas alterações que iremos especificar em breve.

SharpEye

sharpeye disco

A Sharp Eye é uma marca de pranchas consagrada há mais de 30 anos. Fundada pelo shaper brasileiro Márcio Zouvi em 1991, com sede em San Diego, na Califórnia, a Sharp Eye conta hoje em sua lista de atletas profissionais com nomes de peso. Tops do CT como Filipe Toledo, Miguel Pupo, Kanoa Igarashi, Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb são apenas alguns nomes que fazem parte do desenvolvimento e testagem das pranchas idealizadas por Márcio.

Sem dúvida poder trabalhar com atletas deste calibre ajuda e muito o shaper a aprimorar ainda mais seu já excelente trabalho. Hoje em dia é bastante comum ver as pranchas Sharp Eye no alto do pódio em eventos mundo afora. Isso é fruto de muitas horas de planejamento e desenvolvimento de modelos com base nas necessidades do atletas. E não só isso, a marca conta também com um gerente de equipe muito envolvido no dia a dia da empresa e na relação entre os surfistas e a fábrica, o catarinense Yufu Penrose.

disco sharpeye

Família Disco

Assim como acontece em outras marcas de pranchas, a Sharp Eye tem uma “família” de diferentes modelos chamada Disco. São quatro delas, a primeira denominada apenas Disco e as demais Disco Tech, Disco Cheater e Disco Inferno, esta último objeto da nossa análise de hoje.

Todas elas foram criadas bom base na Disco, mas com propósitos diferentes. Tanto a Disco Cheater quanto a Disco Tech foram desenvolvidas pensando em entregar performance e diversão em ondas pequenas para os mais experientes e também para atender aos surfistas iniciantes e intermediários se usadas em tamanhos maiores.

Disco Inferno

sharpeye disco

Isto posto, vamos ao que realmente interessa neste artigo. A Disco Inferno é um modelo de prancha ajustado para aguentar ondas melhores. Foi mantido o fundo e o rocker parecidos com a Disco original, mas com alguns ajustes finos para aumentar o controle e o drive em ondas maiores.

A Disco Inferno é como se fosse uma versão Step Up da Disco. Ela certamente funciona melhor em ondas maiores e mais fortes, podendo ser uma ótima opção de prancha do dia a dia quando as ondas sobem. Este modelo foi originalmente desenhado com rabeta round, mas depois de algum tempo a rabeta squash também surgiu como opção.

Outline E Bordas

sharpeye disco

O outline da Disco Inferno é um pouco mais largo em comparação a outros modelos de high performance. Por exemplo, uma prancha de tamanho 5’10” pode ter entre 19 e 19,25 polegadas em seu ponto mais largo. Isso claramente faz com que a Inferno seja uma prancha mais amigável para surfistas menos habilidosos, oferecendo mais estabilidade do que as pranchas mais estreitas.

As bordas deste modelo são bem equilibradas e neutras, desde o bico até a rabeta. Isso faz da Disco Inferno uma prancha previsível no sentido de resposta das bordas na água, não sendo nem muito solta e nem muito presa na hora das manobras. Isso permite que seja usada por surfistas intermediários que desejam elevar seu surf para um novo patamar e não apenas por atletas profissionais.

Este tipo de borda deixa a prancha bastante fluída, evitando enterradas como acontece com pranchas que têm as bordas mais baixas. Ao mesmo tempo, permite que o surfista as crave na parede das ondas na hora de manobrar sem derrapar, como acontece com as bordas box mais altas. Além disso, ajuda o surfista menos habilidoso a, de certa forma, consertar eventuais erros no meio da manobras.

Rocker

 

O rocker da Inferno é visivelmente mais acentuado do que o da Disco. Com uma entrada média, tem menos poder de remada que sua original, mas se encaixa melhor nas partes íngremes das ondas, facilitando o surf de performance base-lip. O rocker segue contínuo com uma saída também média. Ela oferece muito drive e segurança nas cavadas e curvas no topo das ondas.

Concave

sharpeye disco

O fundo deste modelo é um dos mais utilizados em pranchas de alta performance nos dias de hoje. Ela começa com um single leve perto do bico e vai se acentuando, ficando bem fundo conforme alcança a base do pé da frente. Este single fornece sustentação/elevação, canalizando a água sob a prancha. Isso aumenta também a superfície de contato da prancha com a água, já que uma linha curva é mais longa que uma reta.

Seguindo em direção à rabeta da prancha, o single muda para double concave, direcionando o fluxo d’água aliviando a pressão na terceira quilha. Isso faz com que a prancha ganhe responsividade e aceleração quando pressionada no pé de trás e nas bordas. Isso torna a Disco Inferno uma prancha bastante manobrável, sendo uma das preferidas dos atletas patrocinados pela marca nas competições, como por exemplo o top da WSL Miguel Pupo.

Quilhas

Sharp Eye Disco Inferno quilhas

Para a Disco Inferno recomendamos quilhas mais rígidas, já que ela deverá ser usada em ondas mais fortes e maiores. Com isso, a prancha terá melhor drive e segurança nos momentos de for mais exigida. Quanto aos modelos, o ideal é utilizar quilhas um pouco mais alongadas para trás. Elas fornecem a possibilidade de o surfista realizar curvas mais alongadas sem perder projeção, velocidade e controle, tanto nas cavadas quanto nas rasgadas.

Para aqueles que usam o sistema FCS2, opte pelos modelos Carver e Mick Fanning. Se você utiliza o sistema das Futures, recomendamos também a AM1 e a Erik Arakawa. Todos estes jogos de quilhas irão entregar excelente resposta se combinados com a Disco Inferno.

Sensações

Esta é definitivamente uma prancha ideal para quem deseja evoluir seu surf em ondas boas. Ela entrega ao surfista muita velocidade se pressionada no pé da frente e bastante responsividade se pressionada no pé de trás, daquelas que vira com facilidade nas partes críticas das ondas. O ideal é evitar usá-la em ondas muito cheias ou com pouca força.

Se você gostou desta análise, aproveite e garanta a sua. Temos algumas Disco Inferno em estoque, portanto chame nossos consultores pelo CHAT no site e boas ondas!


Confira abaixo algumas ondas do Davi Toledo, irmão do Filipe, surfando com uma Disco Inferno.

 

 

 

2 thoughts on “SharpEye Disco Inferno: Analisando Pranchas

Deixe uma resposta