fbpx

Lost Rocket Redux – Analisando Pranchas

Analisando Pranchas: Lost Rocket Redux 

Chegamos com mais um capítulo da série Analisando Pranchas, e o alvo da vez é a super-divertida Rocket Redux da Lost.

Para falarmos da Rocket Redux, invariavelmente devemos contar um pouco da sua história. Nascida de um bloco quebrado e dos cérebros de Shane Beschen e Budroe, a “OG Rocket” foi criada simplesmente para ser uma prancha para Noah Beschen, o filho do Shane, aprender a surfar. Pois bem, uma vez testada pelo pai, tudo mudou e ele sentiu-se compelido à trazer-nos essa descoberta para ser refinada. Felizes “acidentes” como este têm sido parte da progressão da prancha desde a sua concepção.

A Evolução

Testada por um grupo seleto de pros, a “The Rocket” foi um enorme sucesso global. Ela foi muito apreciada por surfistas de todos os portes e níveis de habilidade. Agora, mais de uma década depois do lançamento original, a Rocket está de volta. De fato ela sofreu algumas transformações, é verdade. Entretanto, elas foram feitas sempre em busca de adequar o modelo às novas exigências do surf, que está cada vez mais moderno, rápido e explosivo.

Nas palavras do próprio Matt Biolos, shaper da Lost: “na nova Rocket Redux, tentamos manter toda a mágica e detalhes da Rocket original. Mas enquanto a Rocket Redux permanece fiel à original, nós refinamos as curvas, modificamos um pouco as bordas e fizemos a atualização de alguns detalhes com o aprendizado que tivemos até então.”

Se quiser conhecer um pouco mais dos primórdios deste modelo e um pouco de sua evolução, clique no link e assista ao segmento do vídeo 5’5″ Redux da Lost, com surfistas como Chris Ward, Aaron Cormican, Shane Beschen e Jordy Smith quebrando as ondas com este modelo.

Versatilidade

Esta prancha tem características bastante peculiares e é muito versátil, apesar de ser mais indicada para ondas pequenas e médias. Estamos falando de um modelo muito utilizado mundo afora, um dos maiores sucesso de vendas da marca. Isso se deve ao fato de ela combinar características que agradam a todos os níveis de surfistas. Você certamente verá profissionais da elite mundial voando em ondas perfeitas com esta prancha, em sessões de surf que mais parecem tiradas de um vídeo-game. Por outro lado, verá também surfistas de nível intermediário acertando manobras com velocidade em ondas pequenas e iniciantes correndo suas primeiras paredes com estabilidade e segurança utilizando este mesmo modelo.

No vídeo abaixo, Michael Rodrigues tirando o melhor que sua Rocket Reduz tem a oferecer.

Características

Este modelo pode ser considerado como uma prancha híbrida, daquelas que contêm mais volume que o normal para o tamanho. Por exemplo, uma 5’10” contém em torno de 32 litros. Mas não se engane, a Rocket Redux entrega um surf de muito mais alta performance que a maioria dos outros modelos de pranchas híbridas. Isso se deve a diversos fatores do seu shape, os quais vamos detalhar melhor em seguida.

Conforme já dissemos no início, a Rocket Redux manteve as principais características de sua antecessora, apesar dos ajustes finos. Esta prancha tem como características principais a curvatura (rocker) de bico bem baixa, fazendo com que a prancha tenha excelente poder de remada e muita aceleração. Apenas a parte do final do bico contém um pouco mais de curva, para ajudar nos drops em ondas mais buraco. Por outro lado, ela apresenta uma curvatura de saída acentuada na rabeta, o que lhe confere mais manobrabilidade a deixa mais arisca.

Rabeta, Fundo E Bordas

Lost Rocket Redux

Falando em rabeta, este modelo traz um desenho muito peculiar, chamado de diamond/bat tail. Esta rabeta, apesar de larga, contém características bastante particulares que fazem esta prancha surfar no crítico com muita precisão. Se observarmos bem, este desenho de rabeta tem três pontas bem definidas, uma em cada lateral e mais a central. Dessa forma, a parte de trás da prancha agarra bem na parede da onda e a deixa muito segura e responsiva, permitindo assim manobras fortes e rápidas, com bastante drive nas cavadas.

Complementando as características deste modelo, temos um single concave profundo correndo por todo o fundo, além de bastante volume concentrado debaixo do peito e na metade superior da prancha. Por fim, as bordas são médias, sendo menos box do que na versão anterior. Este refinamento das bordas permite um surf mais agressivo e moderno se comparado ao que a primeira versão da Rocket proporcionava.

Quilhas

A maioria dos surfistas prefere usar a configuração triquilha neste modelo, no entanto, sempre dizemos que a questão das quilhas é muito pessoal. Para este modelo recomendamos a utilização de quilhas neutras, sem muita inclinação, mas que também não sejam muito retas. Alguns modelos os quais podemos dizer que vão encaixar perfeitamente nesta prancha são a Performer, Accelerator e a Matt Biolos da FCS. Já nas Futures, recomendamos os modelos F8, DHD e Mayhem.

Tamanho E Indicações

Em nosso site você pode conferir os tamanhos padrão deste modelo, com medidas de comprimento, largura, espessura e volume. Para surfistas iniciantes recomendamos este modelo em tamanhos maiores, por exemplo uma 6’0″ para um surfista de 1,75m e 72kg. Isso permitirá que o surfista tenha bastante volume (aproximadamente 35 litros), flutuação e estabilidade debaixo dos pés, sem que tenha que utilizar uma prancha muito grande. Sem dúvida é uma excelente opção para aqueles que querem buscar um novo patamar em seu surf.

Já no caso dos mais habilidosos, o ideal é seguir mais ou menos o volume já utilizado em uma prancha de alta performance do dia-a-dia. Na hipótese de um surfista intermediário de 72kg utilizar uma 5’10 com 28 litros, o ideal seria comprar uma Lost Rocket Redux 5,7″ por exemplo, que vai variar entre 28 e 29 litros dependendo das medidas. Claro que isso pode variar de acordo com a altura e a habilidade de cada um, assim como dependerá também das ondas que serão surfadas.

Para ilustrar, no vídeo mais acima o surfista profissional Michael Rodrigues está surfando com uma 5’4″ com 24,5 litros. Rodrigues tem 1,75m de altura e pesa 72kg. Portanto, para cada nível de habilidade haverá um tamanho ideal a ser utilizado. Para isso, conte sempre com nossos consultores, pois eles poderão indicar o tamanho perfeito da sua Rocket Redux para você se divertir e andar orgulhoso com ela debaixo do braço por aí.

 

 

One thought on “Lost Rocket Redux – Analisando Pranchas

Deixe uma resposta

WhatsApp chat