Como Funciona a Piscina De Ondas No Brasil?

Como Funciona a Piscina De Ondas No Brasil?

A piscina de ondas já é uma realidade dentro do mundo do surf. O atrativo conta com uma tecnologia que consegue imitar as condições do mar, porém com a vantagem de poder controlar as ondas. A novidade já chegou no Brasil.

Piscina de ondas no Brasil

Batizada como Surfland, a piscina de ondas do Brasil está localizada em Garopaba, Santa Catarina. 

Depois do sucesso que a piscina artificial do lendário Kelly Slater — a Surf Ranch — fez no mundo todo, sendo incluída até mesmo dentro das etapas do Circuito Mundial de Surf, o modelo agradou muitos surfistas que viram nesse tipo de negócio uma oportunidade para surfar sem se preocupar com as condições do mar. 

Contando com a tecnologia basca Wavegarden, a Surfland funcionará no estilo de multipropriedade, podendo ser utilizada apenas para aqueles que adquirirem um apartamento dentro do resort. Cada comprador terá direito a uma fração imobiliária, recebendo a escritura vitalícia e podendo vender ou alugar sua parte posteriormente. 

Como funciona a Surfland?

A piscina de ondas em solo brasileiro promete 900 ondas por hora, sendo uma a cada quatro segundos e mesclando entre direitas e esquerdas.

Estão prevendo sete tipos de ondas, com tamanhos de meio a quase dois metros de altura, que prometem proporcionar tubos, aéreos, rasgadas, batidas e muito mais. Serão 150 metros de extensão com capacidade para até 40 surfistas utilizar ao mesmo tempo em um sistema de rodízio.

Cada proprietário terá direito ao uso durante duas semanas por ano, uma na baixa e outra na alta temporada. Serão duas sessões diárias de aproximadamente 50 minutos cada.

As ondas são divididas em três: Crowd, para iniciantes, Crew, amadores, e Core, para surfistas experientes e profissionais. Assim, todos podem se divertir!

Sem flat ou crowd, com ondas no seu quintal, não tem como dar errado! A área ainda é sustentável e conta com: 

  • painéis solares para o aquecimento da água; 
  • sistema de captação da água da chuva; 
  • reaproveitamento de terra local para nivelamentos; 
  • árvores; 
  • paisagismo;
  • pista de skate; 
  • museu do surf; 
  • pista de corrida; 
  • espaço para yoga; 
  • e muito mais!

A piscina de ondas do Brasil tem como embaixadores surfistas brasileiros renomados Renan Rocha, Teco Padaratz e Fábio Gouveia são alguns exemplos. 

Piscina de ondas em São Paulo

Seguindo a tendência, existe também a expectativa para a criação de uma piscina artificial em São Paulo. Ela funcionará de modo parecido, construída em um condomínio na cidade de Itupeva e com uso exclusivo para proprietários. 

A piscina promete ter 500 metros de extensão, com ondas a cada oito segundos e tamanhos que variam de meio a dois metros. 

Gostou de saber mais sobre o assunto? Siga acompanhando o blog do Prancha Nova para mais novidades!

Deixe um comentário