fbpx

Surf Em La Libertad, El Salvador: Análise Do Pico

surf la libertad el salvador

Surf Em La Libertad, El Salvador: Análise Do Pico

Seguindo na América Central, mais precisamente em El Salvador, hoje é dia de falarmos da região de La Libertad em nossa série Análise Do Pico. Esta é a principal região de surf do país, onde algumas das melhores ondas do continente podem ser surfadas.

Anteriormente postamos um artigo falando de outra região de surf em El Salvador, a leste. Aquela área conta com direitas perfeitas, sendo Las Flores e Punta Mango os picos principais. Se você ainda não viu este artigo, clique aqui e confira.

El Salvador

A República de El Salvador é o menor país da América Central continental. Ele faz fronteira com Honduras ao norte, a Nicarágua a leste e nada mais que o vasto Oceano Pacífico ao sul. Suas cadeias de montanhas são cobertas por uma exuberante selva tropical, que dá lugar a algumas das mais belas praias de areias vulcânicas do mundo. O mais importante, em algumas delas rolam ondas simplesmente perfeitas.

Todo o litoral do país está voltado diretamente para o sul, o que significa, que as ondulações do sul marcham diretamente para ele, transformando os inúmeros promontórios de pedra em point breaks perfeitos. Importante mencionar que a melhor época para encontrar ótimas ondas por lá é entre os meses de abril e setembro.

Região De La Libertad

A região do país que conta com mais opções de ótimas ondas é em torno da cidade da La Libertad. Ali fica a famosa onda de Punta Roca, que para muitos surfistas é a melhor direita da América Central e uma das melhores do mundo quando está nos dias clássicos. Entretanto, não é apenas Punta Roca que atrai os ávidos surfistas. Há diversas outras opções de ondas na área, as quais iremos detalhar a seguir.

Punta Roca

la libertad punta roca
Localizada no centro da cidade de La Libertad, essa onda é realmente impressionante. Nos seus dias clássicos, certamente é a melhor do país e uma das melhores direitas do mundo. Longa, com seções de tubos e manobras e sempre muito veloz, ela por vezes é chamada de Jeffrey’s Bay tropical.

Está onda tem seções bem rasas e no começo uma pedra bem perigosa que se chama Roca Madre, fique atento. A entrada e a saída do mar podem ser um pouco complicadas por causa das pedras irregulares, portanto, se você tiver pouca experiência use botinhas de borracha e neoprene, elas irão ajudar a preservar a saúde dos seus pés.

As ondas de Punta Roca quebram em condições clássicas com ondulações de sul e sul sudoeste entre 5 e 8 pés e período longo, acima dos 12 segundos. Funciona em todas as marés, mas prefere a maré enchendo. O vento terral é norte suave, que predomina no período da manhã.

Por fim, tenha muito respeito pelo surfistas locais e muito cuidado na hora de remar nas ondas. Existe um localismo grande nessa onda e os surfistas dali são muito bons e dominam as melhores ondas das séries. Evite ficar falando alto dentro d’água e se puder, nas primeiras vezes, contrate um guia local para ajudá-lo a entrar no mar no ponto e momento certos, assim como se posicionar no outside.

El Sunzal

el sunzal surf
Esta normalmente é a primeira onda que os surfistas visitantes acabam surfando em El Salvador. Por ser um centrinho mais agradável de se hospedar (El Tunco) e uma onda mais acessível e amigável, ela sem dúvida faz bem o papel primeiro pico da viagem. Esta é uma onda muito longa e a remada até o pico é de mais ou menos 300 metros. Ela quebra tanto para a direita quanto para a esquerda, sendo a direita mais segura e longa.

Espere encontrar um crowd de surfistas locais e também muitos longboarders. Sunzal é uma onda mais cheia, até meio gorda às vezes, que normalmente enjoa rapidamente aqueles surfistas mais avançados, mas é encantadora para os menos experientes e habilidosos.

el sunzal el tunco
O melhor swell para esse pico é o sul, quando rolam as esquerdas também, todavia as direitas ficam até melhor com um pouco de sudoeste no swell. De fato esse pico é um dos mais consistentes do país, quase todo dia tem alguma condição. Novamente, a melhor ondulação é de sul/sudoeste entre 4 e 12 pés e período longo, mais que 12 segundos. O vento terral também é o norte, de preferência fraco pela manhã. Funciona em qualquer maré e é super consistente durante o dia todo.

La Bocana

la bocana surf

Uma das únicas esquerdas do país, La Bocana também é palco de diversas competições nacionais e internacionais. Uma onda de boca de rio com características de alta performance, com tubos e seções de manobras e não tão longa quanto às direitas.

Esta onda requere swell grande para quebrar nas melhores condições. O ideal são as ondulações entre 6 a 8 pés de sul/sudoeste e com período alto. O vento perfeito é o noroeste e as melhores marés são a média e a cheia. Este é outro pico com localismo pesado, portanto, mais respeito do que nunca é sempre bem-vindo.

El Zonte

el zonte surf
Uma das praias mais bonitas de El Salvador, El Zonte é outra direita super performance e perfeita. Este pico também tem uma saída de rio atrás da primeira seção e seu fundo é de pedras arredondadas.

Existem dois bons hotéis de frente para as ondas e esta é uma excelente praia para se hospedar, visto que tem uma vibe mais relaxada e tranquila que outras da região. As melhores condições em El Zonte são swell médio de sul, entre 3 e 6 pés, também com período longo. O vento perfeito é o norte e as melhores marés são a média e a cheia.

Playa Mizata

mizata el salvador
Certamente o pico mais constante do país, se Mizata estiver flat, todos os outros locais estarão flat também. Mizata é o pico mais distante de La Libertad e conta com uma faixa longa de areia, com ondas de beach break super constantes e também um pico de direita.

As melhores condições são swell de sul/sudoeste médio até os 5 pés e período médio para longo. Os ventos ideais são o norte e o noroeste e a melhor maré é a seca, no máximo até a meia maré, visto que quando está muito cheia existe bastante backwash.

KM 59 e KM 61

km 59 el salvador surf
Um dos picos mais conhecidos do país, KM 59 é uma direita ultra manobrável que quebra numa praia muito bonita. Logo ao lado, está KM 61, que é outra direita divertida para quem quer fugir um pouco do crowd da região de La Libertad.
Ambas quebram sobre fundo de pedras, em duas pontas que adentram no mar que conferem às ondas a boa formação que têm. KM 59 é mais longa e melhor, oferendo seções de manobras e tubos apertados por mais de 100m. KM 61 é uma onda um pouco mais curta e até mais cheia, mas ainda assim bem divertida também.

km 61 el salvador

Ambas quebram melhor com swell de sul de tamanho médio, entre 4 e 6 pés e período longo. A melhor maré para elas é a média e o vento terral é o norte. Importante mencionar que para acessar os dois picos é necessário pagar um módico valor no portão de entrada da praia ou ficar hospedado no caro hotel de frente para a onda.

Além destes existem outras ondas de menor qualidade, portanto menos conhecidas, tais como El Palmarcito, Playa Conchalio e Los Cóbanos por exemplo (esta última é boa opção para as raras ondulações puras de oeste).

Pranchas

al merrick happy traveler
Diferentemente de outros artigos, onde recomendamos pranchas ideais para cada onda, no caso de El Salvador, assim como foi para a região de Las Flores, iremos indicar alguns modelos com base no tamanho do mar. Isso porque as ondas são bem similares e as pranchas irão funcionar bem em qualquer um dos picos.

Se o mar estiver pequeno, entre 1 e 3 pés, o ideal são as pranchas mais maroleiras. Os modelos como a Chilli BV2, a DHD Phoenix e a Pyzel Gremlin irão garantir a diversão em qualquer um dos picos.

Já para as condições boas do dia a dia, entre 3 e 5 pés, que serão as mais prováveis de se encontrar na temporada de ondas, recomendamos pranchas versáteis de alta performance. Os modelos Sub Driver 2.0 e Driver 2.0 da Lost, as Al Merrick OG Flyer e Fever e as Sharp Eye Disco Inferno e #77 são escolhas perfeitas para todos os picos quando estiverem com ondas médias e de alta performance.

Por fim, para aqueles dias realmente clássicos e com bom tamanho, entre os 6 e 10 pés, indicamos pranchas mais seguras e velozes, que andem bem nos tubos e ainda assim sejam capazes de manobras no crítico. Neste caso as pranchas mais recomendadas são a Al Merrick Happy Traveler, a DHD Sweet Spot 3.0, a Pyzel The Ghost e a Chilli Faded 2.0.

Considerações

Nesta região do país tenha mais cuidado com seus pertences e por onde anda. Evite as ruas de La Libertad à noite, especialmente na região do cemitério que fica na frente de Punta Roca. Ali há relatos de roubos contra turistas, mesmo que o policiamento na região tenha aumentado nos últimos anos.

Por ser um país tropical, lembre-se de levar roupas claras e leves, muito protetor solar e parafina de água quente. Também cuide bem da alimentação e mantenha-se hidratado. Por fim, não deixe de provar as famosas pupusas, uma espécie de panqueca local, comida de rua típica de El Salvador.

Pupusas El Salvador

Se você gostou desse artigo e ficou pilhado para fazer sua trip para lá, mande para seus amigos e convide-os para essa viagem. O ideal mesmo é encaixar a região de La Libertad e a de Las Flores na mesma viagem, 5 a 7 dias em cada. Temos certeza de que não irá se arrepender, é muito surf em ondas perfeitas.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat